• Últimas Notícias

    segunda-feira, 7 de agosto de 2017

    Enfermeira mostra o dedo do meio a paciente que reclamou de demora

    O dedo do meio. Foi a resposta de uma enfermeira à paciente Cláudia Alexandra Spagnol, que reclamou da demora no atendimento na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Itanhaém, no litoral de São Paulo.

    Foi na última sexta-feira, quando Cláudia foi acompanhar a esposa, de 53 anos, que apresentava sintomas de caxumba.

    Elas esperaram por quase 10 horas pelo diagnóstico.

    Devido a troca de plantão, Cláudia narrou em seu Facebook que precisou fazer uma nova ficha para ser atendida. A atendente explicou que "é assim" o procedimento, quando questionada sobre a necessidade.

    "Quando o acolhimento com a enfermeira vê a suspeita de caxumba, deixa você esperando por 8 horas, pouco se importando com a saúde dos outros pacientes, que também podem pegar caxumba. Quando você reclama que esta demorando demais, e das duas fichas do mesmo paciente na mesma consulta, eles escondem o crachá e mostram o dedo. Desrespeito total a população no atendimento que recebemos da UPA", publicou a mulher.

    Segundo o G1, a mulher que mostrou o dedo é auxiliar de enfermagem. Ela deverá ser alvo de um procedimento administrativo.

    180 Graus

    Nenhum comentário:

    Postar um comentário

    ATENÇÃO LEITOR: O Blog não se responsabiliza pelas opiniões e comentários. Em geral, o nosso Blog não analisa nem endossa o conteúdo dos comentários. Não permitimos o uso de linguagem ofensiva, spam, fraude, discurso de violência, comportamento violento ou negativo, conteúdo sexualmente explícito ou que invada a privacidade de alguém.

    IMPORTANTE: Este Blog aceita comentários anônimos mas repudia a falsidade ideológica. Recomendamos aos leitores utilizarem o seu nome, sobrenome e e-mail (caso tenha algum), dos quais sejam legítimos para identificação.